Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Saiba o que fazer e o que não fazer em caso de picada de cobra

Nunca é demais saber o que fazer caso você seja picado.

Saiba o que fazer e o que não fazer em caso de picada de cobra
cobra | reproducao
Compartilhe
Google Whatsapp

Se você vive na cidade e raramente vai ao campo ou fica em locais de muito verde, pode até pensar que é difícil ser vítima de uma picada de cobra. No entanto, quando o assunto é assim tão sério, nunca é demais saber o que fazer caso você seja picado algum dia ou caso tenha que socorrer alguém que tenha sido vítima de uma cobra peçonhenta.

A primeira coisa que você precisa fazer, aliás, é que tempo é precioso nesses casos. Se você demorar para socorrer a vítima da picada de cobra o veneno pode ser fatal. No entanto, se os primeiros socorros forem eficientes e se a vítima receber atendimento médico rapidamente, apesar da dor, é possível amenizar as consequências desse tipo de ataque.

Mas, claro, é preciso saber que o soro antiofídico só pode ser administrado por profissionais capacitados. E, para que seja administrado o soro correto, é preciso saber qual cobra foi responsável pelo ferimento.

Agora, falando em picada de cobra, é interessante saber que nem toda cobra inocula veneno durante a mordida. Esse é o caso das cobras não peçonhentas, que não colocam nossa vida em risco quando nos ferem.

Para saber se a cobra é ou não peçonhenta (e se a vítima da picada está mesmo correndo perigo) é preciso prestar atenção em alguns sinais, como o formato da cabeça, o estreitamento da cauda e assim por diante.

Agora, é importante ressaltar que, no Brasil, existem também algumas espécies conhecidas como semi-peçonhentas ou opistóglifas. Elas contam com os dentes inoculadores no funda da boca, mas normalmente não conseguem dar uma mordida tão profunda ao ponto de injetarem o veneno.

 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)

O que fazer em caso de picada de cobra

1. Lavar o local da picada com água e sabão ou soro fisiológico.

2. A pessoa picada deve ficar deitada e o mais calma possível. A intenção aqui é impedir que o sangue se espalha rápido, atrasando também que o efeito do veneno em outras partes do corpo.

3. Manter o paciente hidratado, dando pequenos goles de água a ele.

4. Procure atendimento médico o mais rápido possível. Somente médicos podem prescrever o soro adequado.

5. Se possível, leve a cobra (viva ou morta) para ajudar o médico na identificação do soro correto a ser aplicado, já que cada cobra precisa de um soro diferente. Se não for possível filme ou fotografe o animal.

O que não fazer se levar uma picada de cobra

1. Não faça sucção do veneno. Isso é mito.

2. Não faça torniquete ou garrote.

3. Não corte o local da picada.

4. Não coloque folhas, pó de café ou qualquer outra coisa na ferida.

5. Não ofereça bebidas alcoólicas à vítima.

6. Não dê qualquer medicamento à vítima.

O que fazer em caso de picada de cobra não peçonhenta

Geralmente, a picada de cobra não peçonhenta deixa duas fileiras de pontinhos na pele, que são as marcas dos dentes da cobra. Caso a picada seja assim, você precisa:

1. Lave bem o local da picada de cobra, do centro para fora;

2. Aplique pomada antisséptica na ferida;

3. Faça um curativo com uma gaze levemente apertada;

4. Leve a vítima o mais rápido possível ao médico.

5. Estes passos só devem ser feitos quando existe a certeza que a picada foi de uma cobra não peçonhenta. Em caso de dúvida, siga as instruções para picadas de cobras venenosas.



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se